quinta-feira, 14 de abril de 2011

Sugestões litúrgicas para dinamizar as celebrações da Páscoa de 2011



ABRIL e MAIO 2011 – TEMPO PASCAL – ANO A

1º Domingo da Páscoa (23-24 Abril 2011)

1ª Leitura: Atos dos Apóstolos 10, 34.37-43: Comemos e bebemos com ele depois que ressuscitou dos mortos.
Salmo 118 (117): Este é o dia que o Senhor fez para nós: alegremo-nos e nele exultemos!
2ª Leitura: Colossenses 3, 1-4: Esforçai-vos para alcançar as coisas do alto, onde está Cristo. (seqüência)
Evangelho: João 20,1-9: O tumulo vazio.



- Frases temáticas:
Páscoa do Senhor, nova criação e novo êxodo.
Ressurreição: Vida nova para todos!
Sejamos anunciadores da ressurreição!
- Espaço celebrativo
A cor litúrgica para o dia de hoje é o Branco.
A seqüência da segunda leitura pode ser cantada.
Destacar o círio pascal e a pia batismal usando muitas flores e a cor branca nas vestes e toalhas.
- Procissão de entrada
Trazer o círio pascal aceso acompanhado de crianças com vestes brancas, elas podem trazer flores, balões brancos e/ou bandeirinhas brancas.
- Ato penitencial
Pode ser substituído pelo Rito de aspersão com a água que foi abençoada na Vigília Pascal. Esse rito ajuda a comunidade a aprofundar sua consagração batismal.
- Hino de louvor
Durante o Glória tocar os sinos, campainhas, etc.
- Liturgia da Palavra
O Lecionario pode ser trazido solenemente em procissão, acompanhado pelas crianças ou jovens.
O Evangelho pode ser cantado ou encenado. Onde for possível usar aromas ou incenso, retomando o gesto afetuoso das mulheres.
- Ofertório
Trazer em procissão alguns símbolos pascais, como o cordeiro, os sinos, a vela, os ovos, e/ou outras lembrancinhas que serão distribuídas no final da celebração.
- Liturgia eucarística
Cantar o prefacio, com o Santo e as demais aclamações.
- Pai-nosso
Convidar a assembléia a rezar ou cantar de mãos dadas
- Abraço da paz
Pode ser feito com uma saudação de Feliz Páscoa.
- Ritos finais
Benção final própria para essa solenidade, conforme p.522 do Missal.
Despedida: “Ide em paz e o Senhor vos acompanhe, Aleluia, Aleluia”.
No final poderá ser distribuído aos participantes um cartão, um ovo de páscoa, ou algum outro símbolo dessa ocasião, desejando Feliz Pascoa.
- Observações finais
Adaptar essas dicas à realidade da comunidade.
Tomar o cuidado para não sobrecarregar a celebração de símbolos.
Usar as frases temáticas em cartazes espalhados pela Igreja, na porta de entrada ou trazê-los nas procissões de entrada, da Palavra ou do ofertório




2º Domingo da Páscoa (30 Abril – 01 Maio 2011)

1ª Leitura: Atos dos Apóstolos 2, 42-47: Todos os que abraçavam a fé viviam unidos e colocavam tudo em comum.
Salmo 118 (117): Dai graças ao Senhor, porque ele é bom; eterna é a sua misericórdia!
2ª Leitura: I Pedro 1, 3-9: Pela ressurreição de Jesus Cristo dentre os mortos, ele nos fez nascer de novo para uma esperança viva.
Evangelho: João 20,19-31: Aparição a Tomé.



- Frases temáticas:
A paz esteja convosco
- Espaço celebrativo
A cor litúrgica para o dia de hoje é o Branco.
Destacar o círio pascal, a pia batismal, além da mesa da Palavra e da Eucaristia, usando muitas flores e a cor branca ou amarela.
- Acolhida
Na celebração do dia 1 de Maio valorizar a participação dos trabalhadores nas leituras, preces, ofertório, etc.
- Procissão de entrada
Convidar alguns trabalhadores presentes na assembléia para entrar com a imagem ou ícone de São José Operário e depositá-lo num altar próprio.
- Ritos iniciais
Se o círio pascal não for trazido na procissão de entrada, seja acendido solenemente, acompanhado com um canto pascal.
Quem preside dê à saudação inicial uma Tonica mais pascal, festiva e alegre, se possível, cantando-a.
- Ato penitencial
Merece destaque, pois na liturgia da Palavra de hoje Jesus deu à Igreja o poder de perdoar pecados. Pode ser substituído pelo Rito de aspersão com a água que foi abençoada na Vigília Pascal, ou realizado após a homilia.
- Hino de louvor
Durante o Glória tocar os sinos, campainhas, etc.
Durante o canto uma jovem, vestida de branco, pode percorrer pela assembléia agitando a bandeira da paz. Quem preside pode pedir que a assembléia agite os folhetos.
- Liturgia da Palavra
O Lecionario pode ser trazido solenemente em procissão.
O Evangelho pode ser encenado ou dialogado.
- Profissão de fé
Como neste dia deve ser dado destaque ao momento da profissão de fé, pedir que a assembléia estenda a mão em direção ao círio pascal enquanto se canta ou reza o Creio.
- Liturgia eucarística
Cantar as resposta da Liturgia eucarística e as demais partes fixas, como Cordeiro, Doxologia, etc.
- Abraço da paz
Poderá ser feito após o Evangelho.
Um jovem entra com um cartaz com os dizeres: A paz esteja convosco!
- Comunhão
Onde for possível distribua-se em duas espécies.
- Ritos finais
Onde for oportuno, abençoar as carteiras e trabalho.
- Referência
PEREIRA, José Carlos. Liturgia: sugestões para dinamizar as celebrações. Petrópolis: Vozes, 2009.




3º Domingo da Páscoa (7-8 Maio 2011) – Dia das mães

1ª Leitura: Atos dos Apóstolos 2, 14.22-23: Não era possível que a morte o dominasse.
Salmo 16 (15): Vós me ensinais vosso caminho para a vida; junto a vós felicidade sem limites!
2ª Leitura: I Pedro 1, 17-21: Fostes resgatados pelo precioso sangue de Cristo, cordeiro sem mancha.
Evangelho: Lucas 24, 13-35: Discípulos de Emaús.



- Frases temáticas:
O ressuscitado manifesta-se na eucaristia.
Partilhar a eucaristia, partilhar o pão.
Fazei arder o nosso coração.
De repente, nossa vista clareou!
- Espaço celebrativo
A cor litúrgica para o dia de hoje é o Branco.
Destacar o círio pascal, a pia batismal, além da mesa da Palavra e da Eucaristia, usando muitas flores e a cor branca ou amarela.
- Procissão de entrada
Um cartaz ou uma faixa com a frase: “Ele está no meio de nós”, dá o tom da celebração de hoje.
Convidar as mães para participarem da procissão.
- Acolhida
Valorizar a participação das mães em toda a celebração.
- Liturgia da Palavra
Realizar a procissão da bíblia, acompanhada por um quadro ou uma gravura relacionada aos discípulos de Emaús.
A primeira leitura seja feita por um senhor de idade e a segunda por uma jovem.
O Evangelho pode ser encenado, dialogado, ou cantado.
- Profissão de fé
Rezar o símbolo niceno-constantinopolitano. Se for usado o símbolo dos apóstolos, seja cantado.
- Liturgia Eucarística
Cantar as aclamações e o amém final da Oração Eucarística, além do prefácio e do Santo.
Em consonância com o Evangelho, valorizar, no momento eucarístico, o símbolo do pão. Pode ser usado pão ázimo.
Nas comunidades onde não for celebrada a Santa Missa pode ser realizada a bênção do pão e sua partilha entre todas as pessoas presentes.
- Cordeiro de Deus
Pode ser cantado enquanto o sacerdote realiza, de modo visível para todos, o gesto da fração do pão.
- Comunhão
Se for com pão ázimo, seja realizada em duas espécies.
- Ritos finais
Benção solene da Páscoa, conforme indicado no Missal, p. 523. Convidar todas as mães presentes na assembléia para se aproximar do altar para receber a benção.
Fazer uma breve homenagem às mães, se possível, com distribuição de lembrançinhas.
Onde for oportuno, abençoar e distribuir pães no final da celebração.
- Lembrete
Dia 13: Nossa Senhora de Fátima.
- Referência
PEREIRA, José Carlos. Liturgia: sugestões para dinamizar as celebrações. Petrópolis: Vozes, 2009.




4º Domingo da Páscoa (14-15 Maio 2011)

1ª Leitura: Atos dos Apóstolos 2, 14a.36-41: Deus constituiu Senhor e Cristo a este Jesus que vós crucificastes.
Salmo 23 (22): O Senhor é o pastor que me conduz; para as águas repousantes me encaminha.
2ª Leitura: I Pedro 2, 20b-25: Se voltem ao pastor de vossas vidas.
Evangelho: João 10, 1-10: O Bom Pastor.



- Frases temáticas:
Eu sou a porta das ovelhas.
Pastores, guias dos irmãos.
Jesus, o Bom Pastor.
Como uma mãe, Deus cuida de nós.
- Espaço celebrativo
A cor litúrgica para o dia de hoje é o Branco.
Destacar o círio pascal, a pia batismal, além da mesa da Palavra e da Eucaristia, usando muitas flores e a cor branca ou amarela.
Em lugar de destaque, um ícone de Jesus como Bom Pastor.
- Procissão de entrada
Apresentar cartazes com as diversas vocações na Igreja: sacerdotes, religiosos (as), catequistas, agentes de pastoral, ministros da eucaristia, etc.
- Ato penitencial
Pode ser substituído pelo Rito de aspersão. Como sinal de reconciliação, todos as chamados a se cumprimentarem com o Abraço da paz.
- Liturgia da Palavra
Um jovem vestido como pastor, rodeado de crianças com cartazes com figuras de ovelhas, entra com o Lecionário e o entrega ao presidente da celebração. Esse mesmo grupo pode rodear a mesa da Palavra durante a proclamação do Evangelho.
A primeira leitura poderá ser dialogada (narrador e Pedro). Seria bom que a parte de Pedro fosse decorada.
Após a homilia, alguém que abraçou uma vocação pode ser convidada para dar um testemunho pessoal.
- Ofertório
Junto com as ofertas podem ser levadas ao altar símbolos da vocação missionária: crucifixo, terço, bíblia, entre outros.
Ou ainda crianças podem levar símbolos que representam o pastor e sua vida, como o cajado, ovelha, terra, cantil, bíblia, etc.
- Liturgia Eucarística
Cantar as aclamações e o amém final da Oração Eucarística, além do prefácio e do Santo.
- Abraço da paz
Seja realizado como expressão de comunhão fraterna.
- Ritos finais
Benção solene da Páscoa, conforme indicado no Missal
Onde for oportuno distribuir, no final da celebração, bilhetes com frases que retomem o Evangelho juntamente com a figura do Bom Pastor e suas ovelhas. Esse pequeno símbolo representa que nós somos a ovelha e que Jesus deve ser o nosso Bom Pastor.
- Referência
PEREIRA, José Carlos. Liturgia: sugestões para dinamizar as celebrações. Petrópolis: Vozes, 2009.



5º Domingo da Páscoa (21 - 22 Maio 2011)

1ª Leitura: Atos dos Apóstolos 6, 1-7: Escolheram sete homens repletos do Espírito Santo.
Salmo 33 (32): Sobre nós venha, Senhor, a vossa graça, da mesma forma que em vós nós esperamos!
2ª Leitura: I Pedro 2, 4-9: Vós sois a raça escolhida.
Evangelho: João 14, 1-12: Eu sou o Caminho, a Verdade e a Vida.



- Frases temáticas:
Jesus, o caminho, a verdade e a vida!
Quem vê Jesus, vê o Pai.
Somos um povo em marcha.
- Espaço celebrativo
A cor litúrgica para o dia de hoje é o Branco.
Continuar destacando o círio pascal, a pia batismal, além da mesa da Palavra e da Eucaristia, usando muitas flores e a cor branca ou amarela.
- Procissão de entrada
Uma jovem traz um quadro ou um ícone com a face de Jesus, que depois pode ser depositada junto ao círio pascal.
- Acolhida
É bom que, neste tempo, a saudação inicial mantenha uma tônica pascal festiva, e, o quanto possível, seja acompanhado de um gesto de acolhida e de paz.
- Ato penitencial
Apresentar pedidos de perdão relacionados com a falta de disposição em doar um pouco da própria vida pela comunidade, pelas causas da justiça e solidariedade.
As respostas (Senhor, tende piedade de nós) sejam cantadas.
O sacerdote pode ainda fazer a aspersão da assembléia.  
- Liturgia da Palavra
A primeira leitura seja feita por um senhor, o salmo cantado, a segunda leitura por uma jovem e o Evangelho pode ser dialogado: um narrador, o celebrante diz as falas de Jesus, um jovem as de Tomé e um senhor as de Felipe.
- Profissão de fé
Em dois coros: 1- Homens, 2- mulheres.
- Liturgia eucarística
Como se trata de uma oração proclamada pro quem preside, é importante que seu tom de voz, os gestos corporais e a atitude interior expressem o sentido de ação de graças.
O prefacio, o santo, as aclamações e o Amém final sejam cantados.
- Comunhão
Em sintonia com a mensagem do Evangelho. Sugestão: “Vós sois o caminho, a verdade e a vida, o pão da alegria descido do céu...”
 - Ritos finais
Benção solene da Páscoa, conforme indicado no Missal, p. 523.
- Observações finais
Adaptar essas dicas à realidade da comunidade.
Usar as frases temáticas em cartazes espalhados pela Igreja, na porta de entrada ou trazê-los nas procissões de entrada, da Palavra ou do ofertório.
- Referência
PEREIRA, José Carlos. Liturgia: sugestões para dinamizar as celebrações. Petrópolis: Vozes, 2009.




6º Domingo da Páscoa (28 - 29 Maio 2011)

1ª Leitura: Atos dos Apóstolos 8, 5-8.14-17: Impuseram-lhes as mãos, e eles receberam o Espírito Santo.
Salmo 66 (65): Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira, cantai salmos a seu nome glorioso!
2ª Leitura: I Pedro 3, 15-18: Sofreu a morte na existência humana, mas recebeu nova vida pelo Espírito.
Evangelho: João 14, 15-21: Eu rogarei ao Pai e ele vos dará outro defensor.


 - Frases temáticas:
Jesus ressuscitado, testemunhado pelos cristãos que se amam.
Continuai conosco Senhor.
A comunhão do Espírito Santo esteja convosco.
Convidados a dar razão da nossa esperança.
- Espaço celebrativo
A cor litúrgica para o dia de hoje é o Branco.
Continuar destacando o círio pascal, a pia batismal, além da mesa da Palavra e da Eucaristia, usando muitas flores e a cor branca ou amarela.
- Acolhida
Ensaiar os cânticos, especialmente o refrão do salmo, antes do inicio da celebração. Deixar um breve instante para a oração pessoal e depois entoar um refrão meditativo invocando o Espírito Santo.
- Procissão de entrada
Trazer o círio pascal aceso.
- Ato penitencial
Fazer um momento de silencio prolongado convidando a assembléia a rever a caminhada da semana no âmbito da vida humana e cristã. Refletir se, como cristãos, sentimo-nos realmente como uma família, onde cada um se preocupa com os outros, onde há carinho e aconchego. Pedir perdão pelas vezes que não agimos deste modo.


- Liturgia da Palavra
Preparar bem os leitores. Uma jovem lerá a primeira leitura, uma mulher a segunda. Procurando valorizar os momentos de silencio para que a comunidade interiorize-as.
- Preces
A resposta pode ser cantada.
- Pai-nosso
Cantado e de mãos dadas.
- Abraço da paz
Valorizar o abraço da paz como expressão de comunhão e amor fraterno.
- Ritos finais
Neste ultimo domingo de Maio pode ser feita uma homenagem Maria como a Coração de Nossa Senhora realizada pelas crianças e jovens da catequese.
- Avisos finais
Sejam dados de forma dinâmica e marcante para que os fiéis possam se lembrar deles depois.
- Canto final
Durante todo este mês de Maio o canto final pode ser dedicado a Nossa Senhora.
- Bênção Final
Solene da Páscoa, conforme indicado no Missal, p. 523.
- Referência
PEREIRA, José Carlos. Liturgia: sugestões para dinamizar as celebrações. Petrópolis: Vozes, 2009.

2 comentários:

lucinha disse...

Bom Dia! este espaço foi providencial. Parabens. que sejas plenamente abençoado.Os grupos de litrugia agradecem as sugestoes.
Catequista e membro de liturgia da paroquia de santo Antonio de Adamantina

Arcanjo disse...

Bom dia amado
obrigado por voltar a postar as sugestões litúrgicas.
É de grande ajuda para nós de grupos litúrgicos.
Deus continue ti abençoando sempre.
Um grande abraço
Miguel