segunda-feira, 22 de abril de 2013

Veste clerical, um sinal


Da mesma forma de que o jaleco branco identifica o médico e a farda identifica o militar, o traje clerical identifica os clérigos, ou seja, aqueles que receberam o sacramento da Ordem (diáconos, padres e bispos).
O traje clerical é um sinal de consagração sacerdotal ao Senhor e pode ser a tradicional batina preta ou calça e camisa com colarinho romano ou “clergyman”. É utilizado pelos clérigos diocesanos e pelos religiosos que não possuem hábito próprio, como os jesuítas e os salesianos.
O Código de Direito Canônico (Cân 284) não obriga o uso do traje clerical, mas recomenda. A Igreja no Brasil diz que o traje eclesiástico deve ser digno e simples.
O colarinho clerical é uma invenção bastante moderna. Foi desenvolvido para ser usado no trabalho cotidiano do ministro (mais prático que a batina). Hoje é usado por pastores nas diversas denominações Cristãs como presbiteriana, luterana, metodista, pentecostais e, também, por ministros Cristãos não denominacionais. Os católicos romanos passaram a usá-lo a partir do Concilio Vaticano II, em substituição a batina.
O colarinho clerical simboliza que quem o usa é um servo. As pessoas que o usam servem como Ministros de sua Palavra. Toda a igreja tem compromisso com o testemunho de Cristo no mundo, no entanto, o pastor compromete-se de modo específico com o Ministério da Palavra. Assim, o colarinho clerical simboliza esse compromisso pastoral com o anúncio do Evangelho. O colarinho branco sobre fundo preto envolvendo a garganta é simbólico da Palavra de Deus proclamada.
O uso de símbolos é um sinal e um testemunho vivo de Deus no mundo secularizado. Pois uma das características do movimento de secularização o desprezo por sinais e símbolos religiosos. Para as pessoas o fato de ver um ministro com o colarinho clerical já é um testemunho de fé.
Um padre em um colarinho romano é uma inspiração para outros, pois estes concluem: “Aqui esta um discípulo moderno de Jesus.”


2 comentários:

Anônimo disse...

Pode transcrevernos o cânon 284, por favor?

Blog do Canteli disse...

Cân. 284 — Os clérigos usem trajo eclesiástico conveniente, segundo as normas estabelecidas pela Conferência episcopal, e segundo os legítimos costumes
dos lugares.